Um Modelo Alternativo Ao “Novo Consenso” Para Economia Aberta

Nesta tese, é discutido um modelo alternativo ao modelo do Novo Consenso para economia aberta, para avaliar os canais de transmissão, os custos de longo prazo da política monetária, bem como suas limitações. Os custos de longo prazo são avaliados em termos da taxa de crescimento da capacidade produtiva e da taxa real de juros de longo prazo, da taxa real de câmbio e da evolução da situação das contas externas, e da distribuição funcional da renda para diferentes metas de inflação.

Esse modelo é construído levando em conta 1) as evidências empíricas para a economia brasileira no período recente, que são analisadas a partir do exame critico das estimações das equações fundamentais do modelo do Novo Consenso: do produto potencial, a curva IS, curva de Phillips e a Paridade Descoberta da Taxa de Juros; e 2) Teorias Heterodoxas.

Leia Online

Download

Clique aqui para fazer o download

Comentários estão desabilitados.

Navigate