Historia economica

2 Posts Back Home

A Potência Vulnerável: Padrões de Investimento e Mudança Estrutural da União Soviética a Federação Russa

O objetivo do presente trabalho é apresentar os traços essenciais das principais mudanças nos padrões de investimento e transformação estrutural na economia da Rússia entre 1950 a 2008. Como a antiga União Soviética era inteiramente centrada na Rússia, optamos por discutir os padrões de investimento e transformação estrutural na economia centralmente planificada da União Soviética como um todo no período de 1950 até a sua dissolução em fins de 1991 e da economia (crescentemente) capitalista da Federação Russa no período posterior (1992-2008).

Nosso argumento central é que a economia da Rússia atual, a despeito de quase uma década de crescimento a taxas elevadas a partir de 1999, da reconstrução parcial e do fortalecimento do Estado e do retorno de uma postura geopolítica mais assertiva a partir do primeiro governo Putin, se caracteriza por uma forte heterogeneidade estrutural que tem como implicação uma grande vulnerabilidade no que diz respeito a sua inserção externa, que se manifestou mais uma vez na crise mundial de 2008-2009.

Aliados e alemães: as visões alternativas da hiperinflação alemã

O presente trabalho revisita o debate original sobre a hiperinflação alemã dos anos 20. São identificadas duas escolas de interpretação desse fenômeno: a aliada que segue a leitura quantitativista da inflação de demanda e a alemã, ou do balanço de pagamentos, que interpreta inflação pelo lado dos custos. O estudo desse fenômeno foi retomado em anos recentes para comprovar empiricamente teses quantitativistas e serviu de base para o estabelecimento de um consenso ortodoxo fiscalista.

Navigate