Gabriel Aidar

1 Posts Back Home

O Brasil bateu no piso?

O presente texto adotará como perspectiva teórica a determinação do nível de produto e emprego o Princípio da Demanda Efetiva, inclusive a sua validade como determinante do crescimento de longo prazo. Partindo-se deste referencial, tal piso não é teoricamente garantido, dependendo do desempenho dos componentes autônomos da demanda efetivamente dispendida por agentes privados e governo dentro da economia de um país e da demanda do resto do mundo através das exportações. A utilização dos fatores de produção, no curto prazo e a capacidade produtiva no longo, ou seja, a oferta agregada efetiva e potencial, responderiam a tais decisões de demanda. Download Clique aqui para fazer o download

Navigate