Tequila ou Tortilha? Notas sobre a Economia Brasileira nos Noventa

Como a maioria dos demais países latino americanos, a economia brasileira foi muito atingida pela duas mais importantes mudanças nas condições externas que afetaram o continente desde 1980, a saber, a interrupção (e mesmo a reversão) dos fluxos internacionais de capital para a região depois da moratória mexicana em 1982 e a retomada destes fluxos nos anos 90.

O primeiro destes choques – combinado com recessão mundial, deterioração dos termos de troca para as commodities e um aumento sem precedentes nas taxas de juros internacionais ocorridos nos anos oitenta – levou o Brasil a uma década de estagnação 2 e taxas de inflação altas e persistentes que levaram adicionalmente, ao progressivo desmantelamento de um bem sucedido regime de industrialização liderado pelo Estado.

A abrupta retomada dos fluxos de capital para a América Latina recentemente nos anos noventa foi decisiva para a recuperação econômica e a dramática redução e estabilização da taxa de inflação, esta última obtida no Brasil com o Plano Real aplicado em 1994, que foi baseado na desindexação da economia e (mais crucialmente) no rígido controle da taxa nominal de câmbio.

Leia Online

Download

Clique aqui para fazer o download

Comentários estão desabilitados.

Navigate