Política Macroeconômica, crescimento e distribuição de renda na Economia Brasileira dos anos 2000

O presente artigo avalia o crescimento e a distribuição da renda na Economia Brasileira nos anos 2000, mostrando que a melhora dos indicadores macroeconômicos resulta da interação entre grandes mudanças nas condições externas com as quais a economia brasileira se defrontava (desde 2003) e pequenas mudanças na orientação da política econômica doméstica (desde 2005). Além disso, avalia os limites, pelo lado da competitividade externa e da sustentabilidade do Balanço de Pagamentos, desse tipo de modelo de crescimento com a manutenção do atual sistema de metas de inflação.

Por fim, propõe algumas alternativas de política, mostrando que mais do que meras visões diferentes sobre o funcionamento da economia, elas dizem também respeito a resultados diferentes em termos de distribuição funcional da renda.

Leia Online

Download

Clique aqui para fazer o download

Comentários estão desabilitados.

Navigate