As leis de rendimento nas teorias neoclassicas do crescimento: uma critica sraffiana

Este artigo examina criticamente as teorias neoclássicas de crescimento,exógenas e endógenas, com atenção particular para a questão das suposiçõesde retornos marginais para os fatores e os retornos de escala. Mostramos quemuitas das deficiências no tratamento de tópicos tais como a conexão entreacumulação e crescimento e os retornos crescentes de escala, junto commuitos de seus resultados implausíveis e fiipóteses artificiais, são, na realida-de, o alto preço imposto pela insistência em baseara teoria do crescimento natradicional e problemática abordagem marginalista da distribuição.

Leia Online

Download

Clique aqui para fazer o download

Comentários estão desabilitados.

Navigate